fbpx

Banco de dados de clientes – O que é e como organizar o seu

As estratégias de marketing atuais são orientadas pelos dados. Gerados e coletados constantemente, os dados fazem com que as empresas possam conhecer melhor seu público e criar estratégias cada vez melhores.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A tecnologia é, cada vez mais, uma grande aliada das empresas, estando presente nas estratégias de marketing, gestão e quaisquer outros processos que possam ser automatizados ou otimizados de alguma forma.

Uma das ferramentas tecnológicas mais importantes no âmbito empresarial, independente do segmento da empresa, é o banco de dados de clientes.

Um banco de dados de clientes é onde se encontram todas as informações coletadas pela empresa sobre seus clientes, que possam ser usadas de forma estratégica, divulgar a marca, atrair e reter o público.

Se sua empresa ainda não conta com um banco de dados de clientes e não usa essa ferramenta a favor dos negócios, está na hora de mudar esse cenário.

Confira agora o que é um banco de dados de clientes e saiba como organizar o seu. Boa leitura!

O que é um banco de dados de clientes

Apesar do nome sugerir algo complexo e difícil de se entender, o conceito de banco de dados é, na verdade, bem simples.

Um banco de dados de clientes é o conjunto das informações que sua empresa coleta de seus consumidores.

Essas informações podem ser nome, data de nascimento, telefone, histórico de navegação no site da sua marca e afins, a depender de como você pretende usar esses dados para impulsionar suas estratégias.

Ao coletar e armazenar as informações de seus consumidores de forma constante e organizada, se obtém um banco de dados de clientes. Simples, não é?

Qual a importância do banco de dados de clientes

Sabemos que, no mercado atual, o cliente busca sempre uma experiência única, personalizada e que agregue algum valor à compra, correto?

Mas, como sua empresa pode oferecer isso a seus clientes se não os conhece e, portanto, não sabe como alinhar as estratégias e ações às suas expectativas?

Aí vem a necessidade de manter um banco de dados de clientes e, mais que possuir um banco de dados, mantê-lo sempre atualizado e bem organizado.

Desta forma, sua empresa passa a conhecer e compreender melhor cada consumidor, sabendo suas preferências, o quanto costuma investir nas compras e seu grau de satisfação com a marca.

Com essas informações, seu investimento em estratégias de marketing passa a ser menor e mais efetivo, com maior número de conversões e retenção de clientes.

Como organizar o banco de dados de clientes

Como vimos, o conceito de banco de dados de clientes é bem simples e, ainda, contar com essa ferramenta é de grande importância para o sucesso de suas ações.

Para encerrar, preparamos algumas dicas que te ajudarão a organizar seu banco de dados e começar a usar essas informações a favor do seu negócio. Vamos lá?

Escolha um banco de dados

Há muitos bancos de dados e softwares prontos para esse uso disponíveis no mercado.

Para escolher o banco de dados que será usado em sua empresa, o primeiro passo é saber qual sua base de dados.

Determinados sistemas de gestão atendem melhor a empresas com bases de dados mais simples e menores, enquanto outros se adequam melhor a empresas com bases maiores, mais robustas.

Considere sua base de dados e procure conhecer sistemas que se adaptem a essa base.

Selecione e defina as informações

Sua empresa pode coletar dados de diversas formas, como com o preenchimento de formulários ou registrando a atividade do cliente em seu site, por exemplo.

Essa coleta dependerá de seus objetivos, como dito anteriormente, mas há uma grande diversidade de dados que podem se mostrar úteis para suas estratégias. Veja alguns:

  • Idade, gênero, escolaridade e localização;
  • Campanha ou canal que levou o consumidor até a empresa;
  • Canais e dispositivos mais usados;
  • Nível de interação e engajamento com a marca;
  • Frequência de compras, gasto médio e preferências.

Mas atenção! Não seja invasivo durante a coleta e seja transparente quanto às intenções de uso desses dados, para evitar complicações com a LGPD.

Mantenha o banco de dados atualizado

Para que os dados se mantenham úteis e possam ser usados por um bom tempo, é preciso manter seu banco bem organizado e atualizado.

Mantenha uma frequência de atualização, removendo dados que não sejam mais necessários, atualizando, incluindo novos dados e organizando-os conforme o tipo, tornando seu uso mais simples e prático.

O banco de dados de clientes pode ser muito vantajoso para sua empresa quando bem organizado e bem utilizado, tornando suas estratégias mais personalizadas, efetivas e trazendo um melhor retorno sobre seus investimentos.

Quer saber mais sobre tecnologia, gestão, vendas e marketing? Confira outros artigos aqui no blog e fique ligado em nossas novidades!

Veja também estes artigos

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site e para entender o comportamento de navegação. Se você continuar a usar este site, entendemos que você está de acordo com nossa Política de Privacidade.