Empreendedorismo Social: saiba como funciona esse conceito

O empreendedorismo social é uma modalidade que tem seu foco principal na produção de bens e serviços que visam beneficiar a sociedade, focando nos problemas sociais e em quem sofre mais diretamente esses problemas.
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
empreendedorismo-social

A principal característica do empreendedorismo social é a busca pela melhoria de vida de determinada parcela da sociedade, por meio da geração de capital social, emancipação e inclusão social.

Quer entender melhor como funciona esse tipo de empreendedorismo?

O que é Empreendedorismo Social?

O empreendedorismo social é o tipo de empreendedorismo que busca, antes e acima do lucro, causar impacto e melhorias sociais, uma modalidade que tem crescido muito no Brasil nos últimos anos.

O empreendimento social deve vender produtos e serviços que sejam capazes de aumentar a qualidade de vida das pessoas e contribuir para as mudanças no meio social e que, ao mesmo tempo, viabilizem a manutenção e crescimento da empresa.

É importante não confundir empresas com iniciativas sociais com empresas que tem o foco central na sociedade. A Coca-Cola, por exemplo, tem campanhas de reciclagem, mas o produto é o refrigerante.

No empreendedorismo social, o produto é o que afeta as pessoas, como cursos para populações mais pobres, roupas de material biodegradável e coisas desse gênero. Deu pra entender?

Além disso, o empreendedorismo social é composto por três características principais, sendo elas:

1ª Característica: Identificação de situações que causem sofrimento, marginalização, injustiça ou exclusão em alguma parte da sociedade.

2ª Característica: Identificação também de oportunidades capazes de mudar essa realidade injusta, gerando valor social e inspirando criatividade, coragem, ação e similares.

3ª Característica: Fazer com que haja a possibilidade de liberar o potencial inexplorado ou reduzir o sofrimento do grupo alvo, assegurando um futuro melhor para eles e talvez até para toda a sociedade.

Como fica o lucro no Empreendedorismo Social?

No empreendimento comum, tal qual o conhecemos, a proposta central é oferecer um produto ou serviço que possa ser facilmente pago pelo mercado, e que venha a gerar lucros para o criador do produto e os distribuidores.

Já no empreendedorismo social, como já foi citado, o foco principal não é o lucro. A proposta de valor no empreendimento social é ter como alvo as populações carentes, negligenciadas, desfavorecidas e sem meios financeiros ou políticos de alcançar algum objetivo que melhore de alguma forma suas vidas.

Porém, não é uma regra que o empreendedor social sempre recuse ofertas lucrativas. Esse tipo de iniciativa, pode ou não ter fins lucrativos. Se algum investidor tiver uma proposta que possa vir a gerar lucros, por exemplo, o empreendedor pode sim aceitar e também ter rendimentos.

Parece um pouco confuso, eu sei, mas com um pouco de atenção e pesquisa dá para entender.

Não se pode negar que, nos dias atuais, com toda a pressa e egocentrismo existentes, uma atitude como a do empreendedorismo social é muito bonita e digna de respeito.

Espero muito que este artigo tenha tirado suas dúvidas e talvez até te inspirado.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Aproveite e veja também

Aumente as vendas da sua empresa por meio da internet

Construímos sites de alta performance para alavancar empresas no meio digital