fbpx

Como fazer a gestão financeira de empresas de pequeno porte

A gestão financeira é, provavelmente, o ponto de maior impacto no sucesso de uma organização, sendo que uma má gestão pode levar a mais promissora das empresas à falência, principalmente àquelas de pequeno porte.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Se engana quem pensa que a gestão financeira só é necessária em grandes empresas e que negócios de pequeno porte dispensam essa atividade.

A gestão financeira é um pilar de extrema importância para o sucesso de uma empresa, afinal, por meio dela pode-se desenvolver o planejamento estratégico, tomar decisões com melhor embasamento, definir metas para o futuro da organização e manter a competitividade no mercado.

Gerir as finanças pode não ser uma tarefa muito simples, mas nesse artigo você encontra tudo o que precisa para começar a fazer uma boa gestão financeira que levará sua empresa ao topo. Continue com a gente!

O que é e qual a importância da gestão financeira

A gestão financeira é a atividade responsável, como sugere o nome, pelo controle financeiro de uma empresa, envolvendo pagamento de tributos, fornecedores, entradas do caixa e tudo o mais relacionado aos recursos da empresa.

Através de uma boa gestão, o pequeno empreendedor pode tomar melhores decisões, direcionar os investimentos e realizar análises do negócio que apresentarão resultados mais assertivos.

Resumindo, a gestão financeira é o que auxilia um empreendimento a  prosperar, alcançar suas metas, crescer e, ainda, evita a mortalidade empresarial, principalmente em um mercado tão competitivo

Como fazer a gestão financeira

Ficou claro o que é e para que serve a gestão financeira? Então, vamos conferir agora os pontos principais para gerir com qualidade sua empresa de pequeno porte.

1. Controle de caixa

Controlar o fluxo de caixa consiste em monitorar absolutamente todas as entradas e saídas de dinheiro, abrangendo todos os pagamentos efetuados, recebimentos e qualquer outra movimentação financeira que ocorra em seu negócio.

Por meio desse controle do fluxo de caixa, é possível criar um planejamento financeiro que mantenha todas as contas em dia, criar projeções de curto, médio e longo prazo, determinar como investir no futuro e tomar decisões mais seguras no presente.

2. Mapeamento de custos

O mapeamento de custos e o fluxo de caixa andam de mãos dadas, uma vez que a partir desse mapeamento é possível prever o fluxo dos próximos meses e, de acordo com o fluxo de caixa, são definidos os custos fixos e os variáveis.

Os custos fixos são aqueles que se tem todos os meses, como aluguel, eletricidade, salário de funcionários e similares, enquanto os custos variáveis são os que variam de acordo com a demanda ou outros fatores externos, como a matéria-prima e insumos.

Com esse mapeamento, sabe-se quanto dinheiro o negócio precisará mensalmente para sobreviver e gerar lucro.

3. Tecnologia e gestão financeira

A tecnologia é uma grande aliada das pequenas empresas (das médias, grandes e de qualquer outro porte também) e, se usada na gestão financeira, pode ser ainda um grande diferencial competitivo.

Contar com softwares próprios para essa atividade facilita a vida do empreendedor, reduz a taxa de falhas e pode automatizar diversos processos repetitivos, como preenchimento de dados em planilhas, criação de relatórios e até mesmo os pagamentos do seu pessoal.

Dicas simples para melhorar sua gestão financeira

Além dos três pontos citados acima, temos algumas dicas bem simples de seguir que podem melhorar muito a qualidade da sua gestão financeira. Veja só:

  • Seja organizado
  • Faça seu planejamento financeiro
  • Guarde todas as notas fiscais e extratos bancários, por pelo menos 5 anos
  • Invista em tecnologia
  • Acompanhe seus resultados

Com uma boa gestão financeira, sua empresa se mantém ativa e rentável, ficando longe dos índices de mortalidade empresarial e de pequenos empreendimentos que não duraram mais que alguns anos.

Se atente a todos os processos da sua empresa, desde os menores custos até as maiores entradas de receita. Mantenha suas contas em dia e invista em tecnologia. Desta forma, sua empresa pode chegar ao topo e se tornar líder em seu nicho de mercado.

Quer aprender mais sobre gestão empresarial? Confira os outros artigos aqui do blog!

Veja também estes artigos

Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site e para entender o comportamento de navegação. Se você continuar a usar este site, entendemos que você está de acordo com nossa Política de Privacidade.